Skip to main content
padlock icon - secure page this page is secure

Open Access Componentes morfológicos e produção de matéria seca de milho em função da aplicação de calcário e zinco&60;A NAME&61;"top"&62;&60;/A&62; Morphologycal components and dry matter accumulation in corn as a function of liming and zinc fertilization

Download Article:

The full text article is available externally.

The article you have requested is supplied via the DOAJ. View from original source.

O milho é uma das plantas que mais responde positivamente à aplicação de zinco no solo, com ganhos na produção de matéria seca e grãos. Entretanto, a disponibilidade e a absorção do elemento pelas plantas são influenciadas negativamente pela elevação do pH, da V% e do teor de P nos solos. Para estudar o efeito da calagem e do zinco aplicado na adubação, e o seus efeitos residuais sobre a produção de matéria seca e o desenvolvimento das plantas de milho, foram realizados três cultivos subsequentes, em condição de casa de vegetação, utilizando-se vasos que receberam 20 kg de um Latossolo Vermelho distrófico. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x3, com três saturações por bases (15, 50 e 70%) e três teores de zinco no solo (0,70, 5 e 10 mg dm-3), com quatro repetições. Em cada cultivo deixaram-se duas plantas de milho (híbrido tríplo XL 370) por vaso até os 57 dias após a emergência, momento em que foi realizada a colheita para a determinação da produção de matéria seca. A análise de desenvolvimento da planta foi realizada a cada sete dias, avaliando-se&58; altura média, número de folhas e comprimento médio de entrenós/planta, num total de oito coletas. A aplicação de zinco não alterou as variáveis morfológicas da planta de milho. A calagem incrementou a altura das plantas. O aumento da dose de calcário resultou em maior produção de matéria seca e teores de Ca e Mg nas folhas e colmos de milho. A aplicação de zinco incrementou os teores do elemento na matéria seca. Houve efeito residual da calagem e da adubação com zinco na produção de matéria seca em três cultivos de milho.&60;br&62;Corn is one of the plants which are very responsible for zinc application in the soil that results on the increasing of plant dry matter and grain yield. On the other hand, zinc avaiability and uptake are negatively influencied by pH values, basis saturation and phosphorus avaiability in the soil. In order to study the effect of liming and the interactions with zinc, including their residual effects on dry matter accumulation and development in corn (Zea mays L. cv. triple hybrid XL 370), three experiments were carried out, under greenhouse conditions, in pots filled with 20 kg of a na Haplortox. A 3x3 completely randomized design, with four replicates, was utilized. Trataments consisted of liming to reach basis saturation of 15, 50 and 70%, combined with three zinc levels in the soil (0,70, 5 and 10 mg dm-3). Two corn plants per pot were grown until 57 days after emergence, when plant dry matter was measured. Analysis of plant development was made weekly, by determining height, number of leaves and average internode length per plant. Application of zinc did not alter the plant development. Plant height increased with the liming. The increasing of lime levels resulted in increased dry matter yield and calcium and magnesium concentration in the leaves and culms. The application of zinc increased the Zn concentration in plant dry matter. Residual effect of liming and zinc on promoted an increasing the plant dry matter.
No References
No Citations
No Supplementary Data
No Article Media
No Metrics

Document Type: Research Article

Publication date: January 1, 2001

  • Access Key
  • Free content
  • Partial Free content
  • New content
  • Open access content
  • Partial Open access content
  • Subscribed content
  • Partial Subscribed content
  • Free trial content
Cookie Policy
X
Cookie Policy
Ingenta Connect website makes use of cookies so as to keep track of data that you have filled in. I am Happy with this Find out more