Skip to main content
padlock icon - secure page this page is secure

Open Access Diagnóstico, estadiamento e tratamento cirúrgico do adenocarcinoma de pâncreas Diagnosis, staging and treatment of pancreatic adenocarcinoma

Download Article:

The full text article is available externally.

The article you have requested is supplied via the DOAJ. View from original source.

INTRODUÇÃO: O adenocarcinoma pancreático é um dos tumores sólidos de pior prognóstico, sendo o tratamento cirúrgico o único potencialmente curativo. Na grande maioria dos pacientes o tumor é diagnosticado em fase avançada, comumente na presença de doença metastática. A introdução de modernos métodos diagnósticos associados ao aperfeiçoamento dos já existentes tem gerado controvérsia quanto à melhor maneira de se estabelecer o diagnóstico e estadiamento do tumor. Da mesma forma, o papel da cirurgia na paliação e aspectos técnicos da ressecção de lesões localizadas estão longe de alcançarem consenso na prática. MÉTODO: Revisão da literatura sobre os aspectos controversos relacionados ao tema e um algoritmo para a abordagem dos pacientes com suspeita de tumor de pâncreas são apresentados. Foram utilizados os descritores: "adenocarcinoma" e "pâncreas" para pesquisa no PubMed (www.pubmed.com) e na Bireme (www.bireme.br) e a seguir selecionadas as publicações pertinentes a cada tópico escolhido com atenção especial para metanálises, estudos clínicos controlados, revisões sitemáticas e ainda publicações de grandes centros especializados em doenças pancreáticas. CONCLUSÕES: Na suspeita de adenocarcinoma de pâncreas é possível realizar estadiamento muito próximo do real sem a necessidade da exploração cirúrgica sistemática em virtude da disponibilidade na prática de exames modernos e eficientes. Isso permite que paliação menos invasiva seja praticada na maioria dos pacientes com lesões avançadas e incuráveis. Nos em que a cura é possível, a operação deve ser realizada objetivando-se, essencialmente, a remoção da lesão com margens livres e com aceitáveis índices de morbi-mortalidade.
INTRODUCTION: Pancreatic adenocarcinoma is one of the solid tumors with bad prognosis, and surgical treatment is the only one potentially curative. METHODS: In majority of patients the condition is diagnosed when already it is in advanced phase, commonly with metastatic disease. The introduction of new diagnostic methods associated with improvement of the already existed, created controversy in the relationship to the diagnosis and tumor staging. CONCLUSION: Thus, the role of surgery in palliative treatment and the technical aspects of the removal of the localized lesions, are far from having consensus in practice. A survey of the literature on the controversial aspects and an algorithm for the approach in patients with suspected pancreatic tumor are presented.
No References
No Citations
No Supplementary Data
No Article Media
No Metrics

Document Type: Research Article

Publication date: January 1, 2008

  • Access Key
  • Free content
  • Partial Free content
  • New content
  • Open access content
  • Partial Open access content
  • Subscribed content
  • Partial Subscribed content
  • Free trial content
Cookie Policy
X
Cookie Policy
Ingenta Connect website makes use of cookies so as to keep track of data that you have filled in. I am Happy with this Find out more